Cinema Brasileiro: Rio, 40 Graus

O filme acompanha cinco garotos da periferia e o seu dia no Rio de Janeiro. O filme não está preocupado em passar uma imagem focada na beleza do Rio de Janeiro, mas sim em seus problemas e contrastes. Podemos ver no filme uma visão bem mais crítica sobre a cidade maravilhosa, como os moradores de favela são tratados, como as crianças perdem a infância tendo que trabalhar e como são descriminadas por isso.

O filme foi um marco e vai ser usado como base pelo cinema novo, por ter esse tom mais crítico. É um filme que usou várias histórias e que ia cruzando uma com outra assim que a narrativa se desenrolava. O filme passou por várias pontos turísticos como Copacabana, Pão de Açucar, Maracanã. Mas todos sem querer focar na parte turística deles, mas sim na relação que os meninos e os outros personagens tinham com aqueles lugares.O filme foi o primeiro de Nelson Pereira dos Santos e foi vetado pela censura com a justificativa de que não fazia 40 graus no Rio de Janeiro.

rio-40-graus

(Spoiler) A parte que mais me comoveu foi a morte de um dos meninos. Sendo que este morre na rua, tentando pegar carona em um transporte. A mãe dele é adoentada e sozinha, precisa da ajuda dos filho para comprar remédios e cuidar dela. Só que com a morte dele, provavelmente ficará só. E, pior do que isso, nunca saberá o que aconteceu a seu filho, já que ele, provavelmente, não tinha nenhum documento de identificação e acabará sendo enterrado como indigente, como acontece com muitos negros e pobres que não se há o esforço de procurar suas famílias.A imagem do final onde acaba de passar pela festa com toda aquela alegria e mostra a imagem da mãe esperando na janela o filho que não irá voltar é forte e traz todo um significado que é passado sem dizer nada, só com a imagem. (Fim do Spoiler)

Na época que foi censurado, houve grande campanha para o veto ser retirado, sessões de exibição clandestina também ocorreram para artistas como Jorge Amado. Além da repercussão internacional chegando a ser elogiado por Andre Bazin. A cópia infelizmente não chegou a ser muito boa, há uma deficiência já que o negativo se perdeu. Mas é um filme importante, que vai servir de base para diretores como Glauber Rocha. É um olhar crítico em uma época que não havia muito. Foi um marco no cinema brasileiro e deve ser preservado como tal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s